O lúdico e a criança como protagonista do processo de ensino aprendizagem

21/03/2016

“A criança tem que ser a protagonista de seu processo ensino/aprendizagem. Nessa perspectiva ela é um ser atuante enquanto cidadã, que produz e reproduz cultura, constrói seu conhecimento, ou seja, é o centro do processo educativo. [...] O brincar na Educação Infantil contribui para o desenvolvimento do ser humano, auxiliando na aprendizagem e facilitando no processo de socialização, comunicação, expressão e construção do pensamento”, destaca a psicopedagoga Marcia Ionara Eichstadt Piovezani.

Revolução no ensino médio e a BNCC

18/03/2016

"A proposta de diversificar esse período do ensino, permitindo que os estudantes escolham suas áreas de formação é um avanço. Com isto, a base nacional só ocuparia uma parte do tempo escolar, dando aos estudantes a possibilidade de escolher e se aprofundar numa área de interesse próprio. [...] O ponto central é que os jovens chegam ao ensino médio com diferentes interesses e níveis diferentes de formação, não podem ser todos colocados na camisa de força de um currículo único, e precisam escolher caminhos, com a liberdade de poderem mudar de ideia mais adiante", pontuam Simon Schwartzman e João Batista Araújo e Oliveira, respectivamente, membro titular da Academia Brasileira de Ciências e presidente do Instituto Alfa e Beto.

Alunos de escolas públicas buscam respostas para o amanhã

17/03/2016

"O Prêmio Respostas para o Amanhã envolve toda a classe, apostando que podem aprender quando há professores engajados e jovens mobilizados e abertos ao diálogo. [...] A abertura da escola para a comunidade amplia os espaços de aprendizagem e enriquece as experiências educativas. As soluções apresentadas no concurso são muitas vezes simples, mas contribuem para uma vida mais sustentável e para a construção de vínculos entre a escola e a comunidade, criando o sentimento de pertencimento desses jovens ao lugar onde vivem. A comunidade, por sua vez, passa a reconhecer e a valorizar a escola como uma importante instituição na produção de conhecimento para a resolução de seus problemas", afirma Maria Alice Setubal.

Dados sugerem que apenas 10% dos alunos das redes estaduais atingem níveis satisfatórios no Ensino Médio

14/03/2016

Apenas um em cada 10 alunos alunos das redes estaduais atingem níveis satisfatórios de aprendizagem ao final do Ensino Médio. É o que sugere o Boletim IDados da Educação N.2, lançando no dia 04 de março pelo Instituto Alfa e Beto. O Boletim, divulgado periodicamente, analisa com rigor e independência dados e informações produzidos por diferentes fontes com o objetivo de levar conhecimento relativo a questões educacionais a diferentes públicos. Nesta edição, o tema são os Resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2014.

Desigualdade no aprendizado de ciências também começa na pré-escola

11/03/2016

Acaba de ser publicado na revista científica da Associação Americana de Pesquisa em Educação (Aera) um interessante estudo que identificou que a desigualdade no aprendizado de ciências começa bem cedo, já aos cinco anos de idade. Já se sabia, por diversos outros estudos, que filhos de pais mais ricos e escolarizados já chegavam na pré-escola com níveis de conhecimento em linguagem e matemática muito superiores às crianças de famílias mais pobres e menos escolarizadas. "Ou seja, a desigualdade verificada no aprendizado já aparece antes mesmo de as crianças ingressarem no ensino fundamental e é afetada significativamente por fatores que nada tem a ver com a escola, como o nível socioeconômico dos pais", ressalta o jornalista Antônio Gois.

Páginas

Subscribe to blog.andi.org.br RSS  Feed RSS