06/09/2013

Jogo educativo para incentivar o hábito da leitura

Por: 

Jéssica Mattoso da Fonseca e Denise Rios Vahrenkamp

Você acha que ler é importante para a educação dos seus filhos, mas eles só se interessam por joguinhos em computador e iPad? Pais que desejam formar crianças leitoras estão começando a entender que a tecnologia pode ser grande aliada na educação. Foi pensando nisso que criamos o Devoradores de Livros, site de incentivo à leitura, que ensina, estimula e diverte, além de complementar o ensino infantil.

A plataforma faz uso da tecnologia aplicada à educação literária, é voltada para séries iniciantes e funciona assim: ao ler um livro na biblioteca, em casa ou no tablete, a criança procura se o quiz da obra está disponível (há uma lista bem grande no site), a criança, então, responde ao jogo de perguntas e respostas sobre o livro, e é premiada, virtualmente, de acordo com o seu desempenho. À medida que vai acertando as questões, o leitor pode trocar as “moedas” que ganhou por acessórios para turbinar seu avatar [mascote].

O site foi criado a partir da nossa própria experiência. Guilherme, filho da Jéssica, conheceu plataforma semelhante em uma escola alemã. Empolgado, leu mais de 50 livros em um ano e pediu para fazer quizzes de títulos brasileiros também. A vontade de ler e brincar com histórias de livros nacionais, respondendo aos quizzes, nos levou a pesquisar e buscar a conceituação pedagógica necessária para a criação de um site adequado à realidade brasileira. 

A ideia do Devoradores de Livros é trazer, em alguns anos, o maior número de quizzes para que a criança possa encontrar seu livro predileto. Hoje, cerca de 600 títulos/jogos estão disponíveis para crianças e escolas do País. A plataforma está em fase de teste em instituições da rede municipal do Rio de Janeiro. Nas escolas, com o acesso às bibliotecas e salas de leitura, a criança decide entre as várias opções de livros e pode refinar sua escolha, encontrar seu perfil e se tornar o autor de sua própria leitura. É importante que a escolha do livro seja feita livremente pela criança, de acordo com seus interesses, faixa etária e fluência. A leitura, então, passa a ser feita com atenção, pois as crianças querem ter certeza de que irão ganhar pontos ao marcar respostas corretas.

A proposta do site parte do princípio de que a leitura é uma atividade que demanda iniciação e que uma das maneiras mais eficientes de promovê-la é oferecer um “banquete” de livros às crianças. O estímulo pela brincadeira se transforma em atividade espontânea e a criança se torna devoradora [de livro] à medida que é exposta a diversos autores, ilustrações e temas, tendo mais chance de gostar do que lê.

                                                                                            

Tags: 

  • ECA
  • Educação