21/03/2016

O lúdico e a criança como protagonista do processo de ensino aprendizagem

Por: 

Marcia Ionara Eichstadt Piovezani*

Quando refletimos sobre o conceito de protagonista pensamos em um sujeito que tem o primeiro lugar em um acontecimento. É nesse sentido que entendemos que a criança tem que ser a protagonista de seu processo ensino/aprendizagem. Nessa perspectiva ela é um ser atuante enquanto cidadã, que produz e reproduz cultura, constrói seu conhecimento, ou seja, é o centro do processo educativo.

Quando ela passa a ser protagonista significa que o professor deve observar, ouvir a criança, buscar os seus interesses para depois propiciar estímulos que ampliem, diversifiquem e sistematizem seu repertório cultural de conhecimentos de si e do mundo que a rodeia.

Este tipo de conduta do professor o coloca como agente mediador do processo de ensino aprendizagem através de ações planejadas com intencionalidade onde a metodologia a ser proposta passa pelo centro de interesse das crianças. O professor mediador não impõe suas ideias e vontades, mas deixa-as fluir no grupo. Podemos denominar isto de currículo em movimento, mas que não se caracteriza pelo espontaneísmo. O que deve prevalecer é o interesse dos pequenos na elaboração de situações significativas de aprendizagem para o seu desenvolvimento global. A motivação em realizar ações é muito maior e com sentido real para as crianças.

Um exemplo dessas situações significativas de aprendizagem diz respeito ao brincar. A criança que não brinca não terá como reproduzir seu mundo e terá dificuldades em lidar com as frustrações, com os medos, a ansiedade. Esta criança não terá referência, trazendo para a vida dificuldade de socialização, ficando a mercê de um mundo só seu, o que dificulta o relacionamento e a formação deste indivíduo.

A pedagogia hoje sabe da importância do brincar para o ambiente escolar, pois ao brincar a criança se expõe, pois é uma atividade voluntária e é possível conhecer melhor acriança e fazer interferências diante de determinadas situações que se apresentam durante a brincadeira.

O brincar é o principal modo de expressão da infância e uma das atividades mais importantes para que a criança se constitua como sujeito da cultura, o desenvolvimento da criança acontece através do lúdico, ela precisa brincar para crescer. Por meio do universo lúdico que a criança se satisfaz, realiza seus desejos e explora o mundo ao seu redor, tornando importante proporcionar às crianças atividades que promovam e estimulem seu desenvolvimento global, considerando os aspectos da linguagem, do cognitivo, afetivo, social e motor. O lúdico na Educação Infantil contribui de forma significativa para o desenvolvimento global do ser humano, auxiliando na aprendizagem e facilitando no processo de socialização, comunicação, expressão e construção do pensamento.

Por meio das brincadeiras favorecemos o desenvolvimento da sensibilidade, criatividade, senso rítmico, da imaginação, memória, concentração, atenção, do respeito ao próximo, da socialização e afetividade da criança em suas relações.
_____________________________________________________________

*Marcia Ionara Eichstadt Piovezani, coordenadora psicopedagógica da Educação Infantil e Ensino Fundamental I do Colégio Marista de Cascavel, da Rede de Colégios do Grupo Marista.

 

Tags: 

  • Direitos Humanos
  • ECA
  • Educação
  • Primeira Infância