22/01/2013

O pé e suas frutas

Por: 

Eduardo Biavati

Não é o aumento do número de carros nas ruas que gera o crescimento do número de multas de trânsito, mas sim mais condutores transgressores dirigindo. A afirmação é do sociólogo, especialista em trânsito, Eduardo Biavati. A escolha das políticas públicas para a fiscalização do trânsito nas cidades brasileiras também aponta impropriedades. As multas geradas por dirigir falando ao celular ou não usar o cinto de segurança, por exemplo, somam 2% do total das autuações no Rio e São Paulo. Avalie este ponto de vista sobre a aplicação do dinheiro público neste sistema que é uma das expressões mais violentas da sociedade brasileira, e mata mais do que problemas cardíacos: o trânsito. Leia o artigo na íntegra.

Tags: 

  • Cidadania
  • Violência

 Comentários

é realmente o governo é muito incompentente, existem muitos condutores se pode chama assim , inrresponsaveis fora isso muita gente despreparada e ainda que tem vários ítens para ajudar tipo <a href="http://k2direcaohidraulica.com.br/">direção hidraulica </a> e <a href="http://k2arcondicionado.com.br/"> ar condicionado automotivo I </a>para facilitar a nossa vida.