21/03/2013

O poder e a disseminação de preconceitos

Por: 

Equipe ANDI

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, espera uma decisão do Partido Social Cristão (PSC) sobre a permanência do deputado e pastor Marco Feliciano (SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos, até segunda-feira, dia 26. As manifestações populares contra a o exercício do cargo por Feliciano surgiram desde que o partido fez a indicação. Antes da intervenção do presidente da Câmara, o líder do PSC (SE), André Moura (SE), também apelou para que Feliciano refletisse sobre a situação. Dentre as reflexões deste contexto, vale conferir a do Jornalista Amigo da Criança, Leonardo Sakamoto no texto Quando um parlamentar contrário aos direitos dos homossexuais assume que é gay, publicado em seu blog.

Tags: 

  • Cidadania
  • Direitos e Justiça
  • Direitos Humanos
  • Legislação
  • Políticas Públicas