Cidadania

Em Curitiba, construção civil e comércio não gostam da Consciência Negra

20/11/2013

"Hoje é dia da Consciência Negra em muitos municípios do país. Mas não em Curitiba, capital do Paraná". Assim começa o artigo do jornalista Amigo da Criança Leonardo Sakamoto, que discute a revogação do feriado municipal da Consciência Negra na capital paranaense, avalizada pelo STF. No final, em tom irônico, após citar várias frases que denotam discriminação racial no Brasil, ele pergunta: "Refletir para quê? O Brasil não é preconceituoso".

Dia da Consciência Negra: o que era avanço virou retrocesso em Curitiba

20/11/2013

Em artigo publicado no jornal paranaense Gazeta do Povo, o professor Luiz Carlos Paixão da Rocha, mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e integrante do movimento social negro do estado, discute o fato de a Associação Comercial do Paraná pedir, via Justiça, a revogação do feriado em Curitiba do Dia da Consciência Negra, comemorado nesta quarta-feira (20). Ele lembra que, embora Curitiba seja reconhecida como "capital europeia", ela é, também, a capital mais negra do Sul do País, de acordo com o Censo 2010 do IIBGE, que aponta uma população negra (pretos e pardos) de aproximadamente 20%.

A cultura e o óbvio

14/11/2013

Em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo, a jornalista Paula Cesarino Costa afirma que "a educação é a base do consumo cultural". Ela cita uma pesquisa do Instituto Datafolha sobre hábitos culturais no Rio de Janeiro (RJ), que mostra que, quanto maior o número de anos de estudo, maior é a frequência a cinemas, teatros e museus e a leitura de livros. Conforme a pesquisa, a maior barreira às práticas culturais é o desinteresse, índice puxado pelos menos escolarizados, e não a falta de dinheiro, como seria de supor. "Essa razão dada por cariocas para não ir a cinemas, teatros ou museus foi a mesma dos paulistas", afirma Paula.

Identidade apagada

20/09/2013

Esforços físicos; levantamento e transporte de peso; exposição a poeiras orgânicas, ácidos e substâncias tóxicas; fadiga física; afecções músculo-esqueléticas; intoxicações agudas e crônicas; rinite; bronquite; vômitos; dermatites ocupacionais. As crianças que trabalham no processamento de castanha estão expostas a todos esses riscos, que incluem a atividade entre as piores formas de exploração da mão-de-obra infantil da Convenção 182 da OIT. E como se não bastasse, elas perdem um dos elementos que torna cada ser humano único: as digitais dos dedos das mãos. A denúncia é fruto do trabalho da ONG Repórter Brasil em parceria com o portal Promenino (Fundação Telefônica).

Educação Integral: valorizando saberes da comunidade e ampliação de tempos e espaços de aprendizagem

23/08/2013

Até 2016, a expansão da oferta de educação integral deve atingir 50% das instituições públicas de educação básica. Essa é a meta 6 do Plano Nacional de Educação, atualmente em discussão no Congresso Nacional. Para ajudar gestores públicos no cumprimento do objetivo, a Fundação Itaú Social lançou o "Guia Políticas de Educação Integral: orientações para implementação no município".

Páginas

Subscribe to RSS - Cidadania  Feed RSS